• Ceclin
mai 17, 2018 0 Comentário


Jovem de 22 anos é executado com tiros na cabeça no Centro de Gravatá

Rapidamente diversas pessoas foram ao local acompanhar o trabalho da Polícia Militar (Foto: reprodução/internet)

Rapidamente diversas pessoas foram ao local acompanhar o trabalho da Polícia Militar (Foto: reprodução/redes sociais)

Elvis Carvalho Firmino dos Santos, 22 anos, foi executado com disparos de arma de fogo na Rua Estevão Câmara, Centro de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, por volta das 6h da manhã desta quinta-feira (17/5).

Testemunhas que preferem não serem identificadas informaram que foram ouvidos cerca de três tiros, desferidos por dois homens desconhecidos que fugiram pela Rua 21 de Abril, também no Centro. Efetivos da Polícia Militar (5ª CIPM) que realizavam rondas nas imediações chegaram prontamente ao local, isolaram a área até a chegada de peritos da Polícia Civil (62ª DEPOL).

Ainda não se sabe a motivação nem a autoria do crime, mas de acordo com as primeiras informações a vítima tinha envolvimento com drogas e há um tempo atrás sofreu um atentado onde foi alvejado por também por tiros. O caso será investigado pela Polícia Judiciária local. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) em Caruaru.

Homicídios

A Secretaria Estadual de Defesa Social do Estado de Pernambuco (SDS/PE) oficializou os números dos homicídios registrados em alguns municípios do Estado. Os dados equivalem aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Segundo os dados, a cidade de Gravatá registrou dentro destes meses, 23 homicídios. Nos mesmo período, a SDS/PE contabilizou o registro de 272 ocorrências de Crime Violentos Contra o Patrimônio (CVP).

Bezerros, distante 18 km, teria registrado 14 homicídios, enquanto Chã Grande contabilizou neste mesmo período a parcial de 2 crimes de morte. Em 2017, Gravatá fechou o ano com o saldo infeliz de 74 crimes de morte.

Pernambuco Noticias