• Pitu 2
  • Ceclin
ago 11, 2017 0 Comentário


Há anos sem promotoria, Amaraji e Maraial terão promotores titulares

Os 21 novos membros do MPPE foram designados para municípios que estão há mais de dois anos sem promotor. Foto: Divulgação

Os 21 novos membros do MPPE foram designados para municípios que estão há mais de dois anos sem promotor. Foto: Divulgação

Vinte e um promotores de Justiça foram empossados em seus cargos, na manhã da última quarta-feira (10/8), em cerimônia realizada no Centro Cultural Rossini Alves Couto, em Santo Amaro, na região central do Recife. Durante a posse dos novos membros do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, anunciou que mais 20 candidatos aprovados no concurso feito de 2015 serão chamados em novembro.

“Anotem a data: 7 de novembro de 2017. Neste dia, iremos nomear mais 20 promotores”, disse o procurador-geral de Justiça em seu discurso, no qual ressaltou a independência entre os poderes, sem deixar de reforçar a necessidade de diálogo entre as instituições. “Se não tivéssemos dialogado com o Executivo e o Legislativo, não seria possível chamar esses promotores que hoje tomam posse. Não podemos ainda comemorar essa vitória, pois a situação é muito difícil”, salientou Francisco Barros, lembrando que 146 dos 184 municípios pernambucanos não têm promotores titulares. “Mostramos que, onde não há promotor, a violência cresce. Por isso, cada centavo que é investido no Ministério Público é devolvido em serviços essenciais à sociedade. Um Estado forte pressupõe instituições fortes e é dessa vontade de fortalecer o MPPE que estamos imbuídos”, asseverou.

Presente à solenidade, o governador Paulo Câmara (PSB) ressaltou a importância da chegada dos novos membros da Instituição. Além de integrantes do Ministério Público de Pernambuco, marcaram presença o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado estadual Guilherme Uchoa, e o chefe da Defensoria Pública, Manoel Jerônimo.

Os 21 novos membros do MPPE foram designados para municípios que estão há mais de dois anos sem promotor. Na Mata Sul, tomaram posse o novo promotor Ivan Viegas Renaux de Andrade – para Amaraji, enquanto Regina Wanderley Leite de Almeida – segue para Maraial.