• Ceclin
mai 16, 2018 0 Comentário


Gravatá sedia Seminário Final do Pacto Nacional pela Alfabetização

O programa é uma iniciativa do Governo do Estado, da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foto: Divulgaçao

O programa é uma iniciativa do Governo do Estado, da Undime e da UFPE. Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (16/5) teve início em Gravatá, o Seminário Final – Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC (Programa Nacional da Alfabetização na Idade Certa). O evento acontece no Hotel Canarius e vai até esta sexta-feira (18).

O programa é uma iniciativa do Governo do Estado, da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e foi realizado durante todo o ano com diversas formações educacionais. O prefeito Joaquim Neto (PSDB), e a secretária de Educação de Gravatá, Carolina Campos, compuseram a mesa de abertura do evento, contando com a presença de mais de mil professores de todo o Estado.

“Estou muito feliz por Gravatá ter sido a cidade escolhida para receber este seminário. Acredito que investimento na educação será a solução do Brasil. Estamos capacitando 400 professores do nosso município com o objetivo de melhorar a qualidade de ensino dos nossos alunos”, disse o prefeito. A secretária Carolina Campos afirmou que o programa é nacional e, no período de um ano, forma algumas pessoas selecionadas do Município, as quais serão replicadoras da formação recebida. “Foram oito formadoras do nosso município. Elas participaram de capacitações no Recife várias vezes e realizaram um projeto que foi objeto de seleção e hoje estão aqui apresentando este trabalho. Tudo isso é bastante importante para o nosso Município, pois melhora a autoestima das nossas professoras, contaminando os outros educadores da escola”.

Alexsandra Carvalho, coordenadora da Escola Municipal Cônego Eugênio Vilanova e articuladora do Projeto Novo Mais Educação, falou sobre o trabalho que será apresentado. “Demos ênfase na leitura lúdica e temos o objetivo de incentivar outros educadores a terem essa troca de experiência. Está sendo gratificante participar desse momento e poder compartilhar todo conhecimento que adquirimos durante o processo de formação”, afirmou.

da Assessoria