• Ceclin
fev 01, 2016 0 Comentário


Fantasias e muita irreverência marcam o 33º desfile das Virgens da Vitória

Virgens 2016 - A Voz da Vitória

por Lissandro Nascimento

A saída das “moças” desfilando na noite do último sábado (30/01) pelas principais ruas da Vitória de Santo Antão, Zona da Mata, foi recheada de muito humor, criatividade e irreverência, atestando a tradição das Virgens da Vitória que sempre esquentam o sábado da semana pré-carnavalesca do Município. Em sua 33ª edição, sob o comando, pelo segundo ano consecutivo, do cantor vitoriense Jonatha Chocolate e banda, em todo percurso a animação tomou conta, inclusive da multidão que acompanhou o desfile nas praças, calçadas e varandas.

Logo no início, outra multidão tomou a Praça da Matriz Dom Luiz de Brito que se dividiu entre o frevo e o pagode, por conta das prévias das troças carnavalescas Acorda Corno do Cajá e Os Intrusos, pelo qual inúmeras pessoas logo após seguiram acompanhando a apresentação de Jonatha Chocolate que começou agitando a partir das 22h30 com o Hino das Virgens. O artista mandou muito bem, fez um eclético repertório procurando agradar todas as tribos, além de demonstrar muita desenvoltura no agito do trio elétrico e motivação, assegurando a alegria dos foliões. Um ponto destaque do desfile foi quando da chegada à Praça Duque de Caxias. Jonatha levou a multidão ao delírio quando executou o Hino do Bloco A Girafa, fazendo uma acertada homenagem ao artista vitoriense Pierre A Pressão, falecido em dezembro do ano passado.

Jonatha faz parte desta nova safra de artistas da terra que emergem com solidez. Foto: Dayvson D.D.

Jonatha faz parte desta nova safra de artistas da terra que emergem com solidez. Foto: Dayvson D.D.

Provando sua capacidade e talento, Jonatha faz parte desta nova safra de artistas da terra que emergem com solidez e com empatia junto ao público, pois certamente é um artista que promete muito sucesso e será um novo patrimônio cultural e musical da cidade para todo Pernambuco. “Esta é a primeira festa que saio com Jonatha cantando. Fiquei surpreso, gostei muito. Ele soube identificar o que a galera gosta e fez um bom show”, sustentou Tiago Williams, de 23 anos, folião apaixonado das Virgens e da Girafa.

Sob a condução de Denilson Canêjo e Arthur Andrade, organizadores da agremiação, o tradicional desfile das Virgens marcou a abertura da semana pré-carnavalesca de Vitória. No final, foram escolhidas as três virgens mais irreverentes do desfile, quando cinco especialistas definiram as fantasias atestando itens como beleza, criatividade e fantasias em grupo, os quais ganharam o valor de R$ 350,00 cada um. Nesta edição houve alteração nos critérios de escolha, pois se deram pelo somatório de pontuações de cada um dos jurados. Contudo, na hora de anunciar os ganhadores, a imprensa não pode registrar, pois a Polícia Militar tomou o microfone dos jurados no final do desfile, apesar do apelo que a festa já havia sido encerrada e que o anúncio dos ganhadores seria feito de imediato. Não teve jeito, a PM não permitiu, fazendo cumprir o encerramento determinado para às 02h. da madrugada.

Ganhou o prêmio da mais criativa um rapaz de Recife. Ele estava com a fantasia “Senhora Mensalão”; já o grupo melhor fantasiado foi “Mulheres Maravilhas”; e quem ganhou por último na categoria beleza foi o folião fantasiado como “Borboleta Encantada”.

Apesar da rigidez, a tradição segue firme. Hoje morando na capital paulista, o vitoriense Cacá Oliveira, 41 anos, vestido com uma fantasia muito bem trabalhada, afirmou que sempre procura vir participar do Carnaval de Vitória. “Gostei muito das Virgens este ano. A galera muito animada e fiquei feliz em ver a nova geração fantasiada, provando que eles entenderam o espírito da brincadeira do bloco. Muito legal!”, testemunhou ao Blog.

VACILOS – O Poder Público vitoriense ainda não entendeu que as Virgens abrem o Carnaval de Vitória. Apesar do fechamento das principais vias, o fluxo de trânsito foi permitido em torno da Praça da Matriz, por sinal um desrespeito à multidão que tomou todo o espaço. Vários trechos do corredor da folia estavam pouco iluminados e com fiações elétricas e telefonia baixas, ainda não houve a disponibilização de banheiros químicos. Focos de brigas foram presenciados na Praça Duque de Caxias e Paredões de Sons ligados na passagem do bloco, provando que o efetivo policial era insuficiente para monitorar a multidão que tomou conta das principais vias. Os ambulantes e gasoseiros “deitaram e rolaram”, inclusive atrapalhando em alguns trechos a passagem dos foliões do bloco. Ou seja, “tudo como dantes na terra de abrantes”.

Confira mais imagens no www.coberturafest.com.br

O tradicional desfile das Virgens marcou a abertura da semana pré-carnavalesca de Vitória. Fotos: Geisimar GPL / A Voz da Vitória

O tradicional desfile das Virgens marcou a abertura da semana pré-carnavalesca de Vitória. Fotos: Geisimar GPL / A Voz da Vitória / Cobertura Fest