• Ceclin
abr 26, 2018 0 Comentário


Escada vai construir monumento para lembrar tribos indígenas que antecederam a cidade

Foto Alef Souza

O monumento (centro da mesa) foi criado pelo artista escadense Mestre Bigodinho. Foto: Alef Souza

A construção de um monumento em homenagem às tribos indígenas que viveram em Escada, na Mata Sul pernambucana, deverá ter uma estatura de aproximadamente seis metros, podendo ser um dos principais monumentos históricos do Município, sob a criação do artista escadense Mestre Bigodinho.

A apresentação do projeto da obra foi discutida na manhã da terça-feira (24/04), quando também tratou da possibilidade de doação de um terreno para a construção da sede da Academia Escadense de Letras (AELE), e a adoção de praças pelo Lions Clube, bem como pela AELE.

Estiveram reunidos na Prefeitura de Escada a historiadora e professora Mariinha Leão, a presidente da CDL – Escada e professora Teresinha Guimarães, o artista plástico Mestre Bigodinho, o Procurador do Município Dr. Klaus Lima, o Gerente de Cultura Sanchillis Oliveira e o Diretor de Eventos Rafael.