• Ceclin
jan 11, 2018 0 Comentário


Desativação do SAMU de Chã Grande causa estranheza perante população

Bruno Luna

A desativação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), de Chã Grande, na Zona da Mata pernambucana, tornou-se um dos assuntos que preocupam a cidade, sobretudo após uma ocorrência de acidente de trânsito no ultimo domingo (07/01), ocasião em que as vítimas foram atendidas de maneira improvisada (Reveja AQUI).

O debate nas redes sociais e nas praças da cidade se intensificaram depois que a ex-secretária municipal de Saúde, Nathalia Julião, manifestou insatisfação diante da paralisação do SAMU, inaugurado durante sua gestão em 2013. Muitas pessoas se identificaram com sua declaração, que provocou uma onda de cobrança por providências, por parte do Poder Executivo.

O ex-coordenador do SAMU, Bruno Luna, que conduziu o serviço de 2013 a 2016, também se manifestou sobre o assunto, esclarecendo que apesar da dificuldade financeira, todos os municípios que dispõem desse tipo de serviço continuam recebendo um auxílio financeiro direcionando, unicamente, para a manutenção das viaturas. Para comprovar sua afirmação, Bruno sugere que o Portal da Transparência seja consultado.

Expondo sentimento de tristeza diante do fato, Bruno encerra sua publicação da seguinte forma: “…Uma pena ver que um SAMU tão priorizado na gestão anterior esteja esquecido dessa forma”, finaliza.