• Ceclin
abr 20, 2018 0 Comentário


Com apenas 16% dos homicídios solucionados, Vitória de Santo Antão pede socorro

Explosão da violência em Vitória de Santo Antão preocupa moradores. Foto: Julio de Pipia

Explosão da violência em Vitória de Santo Antão preocupa moradores. Foto: Julio de Pipia

Ronda JC

Vitória de Santo Antão, na Mata Sul, está entre as dez cidades de Pernambuco com maior número de homicídios registrados no primeiro trimestre deste ano. Foram 27, no total. Moradores e comerciantes do município estão assustados com a escalada da violência, principalmente com o tráfico de drogas, que, segundo eles, tomou conta das ruas.

No ano passado, 123 assassinatos foram contabilizados pela Secretaria de Defesa Social. Um aumento de 43% em relação ao mesmo período de 2016, quando 86 pessoas foram mortas. A maioria dos crimes, segundo as investigações, apontam para os conflitos relacionados ao tráfico, seja por dívida ou por disputa de território.

Mas, apesar dos altos índices, a Polícia Civil de Pernambuco não tem avançado nas investigações para combater as quadrilhas especializadas nesse tipo de delito. Levantamento do órgão aponta que dos 25 homicídios registrados entre 1º de janeiro e 28 de março, apenas em quatro a polícia conseguiu identificar os autores dos crimes e concluir os inquéritos. A taxa de resolução é de apenas 16%, quando a meta mínima é de 40%.

LEIA TAMBEM:

50% dos homicídios de Pernambuco estão concentrados em Vitória e mais 10 cidades

A situação é tão grave que a chefia da Polícia Civil de Pernambuco determinou nesta semana a troca de delegados em Vitória de Santo Antão. A nova titular é Estefania de Azevedo, que chega com a meta de aumentar a taxa de inquéritos de homicídios solucionados, além de diminuir os casos de roubos e tráfico de drogas.

POLICIAMENTO NO INTERIOR

Ronda JC mostrou na quarta-feira (18) que a Justiça determinou o reforço de policiamento em três municípios do Interior do Estado. A Vara Única de Ipubi acolheu pedido do Ministério Público de Pernambuco e exigiu que o Estado designe, no mínimo, 40 policiais militares dentre os recém-formados neste mês de abril para reforçar o efetivo da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar de Araripina, no Sertão. As cidades contempladas serão Ipubi, Trindade e Araripina. De acordo com a SDS, Araripina registrou nove assassinatos e 98 roubos no primeiro trimestre deste ano. Já Trindade contabilizou quatro mortes e 23 roubos neste mesmo período. Ipubi registrou 19 roubos.