Arquivos do Blog

ETsão & ETsuda fascinam multidão ávida por frevo em Vitória de Santo Antão


ETsao & ETsuda - Blog A Voz da Vitória“O cúmulo da criatividade humorística, da sátira, é aqui. Dou por vista a gaitada do turista quando dá de cara com essa gozação em cima da obra de Steven Spielberg. Extraterrestre abraço!” (Sosígenes Bittencourt) 

 por Lissandro Nascimento

Mais tarde publicamos as imagens

Certamente, os foliões da Zona da Mata pernambucana colocaram definitivamente na sua agenda do Sábado de Zé Pereira em marcar ponto na Troça Carnavalesca ETsão e ETsuda, agremiação que de fato abre os quatro dias da Festa de Momo em Vitória. Sob o agito de duas grandes orquestras vitorienses Ciclone e Venenosa, os músicos sob a coordenação de Elminho Cândido, presidente da troça, reuniu milhares de foliões fantasiados, fato preponderante ainda não visto em outras agremiações do carnaval vitoriense.

A agremiação sai da antiga Rua Capitão Mateus Ricardo, no Bairro do Livramento, mais conhecido por “Beco do Dezinho” que foi familiarizado e consagrado pelos foliões. O nome ganhou destaque na letra do hino oficial da troça. No local, fica localizada a sede do clube, sendo o ponto inicial de toda a folia.

Conferimos de perto a espontaneidade da folia e a irreverência. ETsão atesta a genuína festa de rua (que sempre deve ser pautada no Carnaval de Vitória), marcada pela criatividade das fantasias e pela disposição popular de celebrar, com muita paz e alegria, o período de Momo.  Na oportunidade, Elminho Cândido premiou o melhor grupo fantasiado e nesta edição a troça fez homenagem ao renomado vitoriense Aluizio Ferrer de Moraes.

Nestes 34 anos, o perfil que se consolidou no ETsão foi a empatia com uma garantida multidão que se repetiu neste Carnaval 2016, com muito frevo e calor humano. Empolgando a todos, os bonecos da dupla espacial são duas figuras que se destacam, pois deram igualdade de gênero ao desfile, e juntos conduziram os foliões pelas principais vias.  Com a saída às 14h30, a troça perdeu muito tempo e gerou grande dispersão na Praça do Anjo, em razão de até às 16h ter ficado retida na Praça do Livramento por obra dos ambulantes e gasoseiros. Mais de vinte carrinhos de mão com vendas de bebidas alcoólicas tomaram conta da frente da orquestra de frevo. A situação foi resolvida quando a organização da troça solicitou apoio da Polícia Militar para que os gasoseiros permitissem a folia seguir.

HISTÓRIA 

Fundado em 1982 por um grupo de amigos, a Troça Carnavalesca ÉTsão e ÉTsuda se tornou uma das maiores troças do Carnaval Vitoriense.

Há princípios, a troça não tinha seu famoso boneco. Saiu pela primeira vez na tarde do sábado de Zé Pereira da Sapataria do Dezinho, na Rua Capitão Mateus Ricardo, seguindo até o antigo Pitú Lanches, na Rua João Cleofas de Oliveira, Centro. O casal espacial chega a arrastar cerca de cinco mil pessoas em pleno sábado de Zé Pereira, podendo ser levado como o ícone do frevo vitoriense. Segundo o diretor e fundador, Elmo Cândido, a troça surgiu diante do vazio que se existia no sábado de Zé Pereira, pois só havia Carnaval, apenas, do domingo em diante.

“…Não se avexe e não se iluda !! ÉTSÃO E ÉTSUDAAAAA…

 

 

Rapaz executado no Engenho Serra Grande em Vitória


paralisacao_pm_okoUm crime de homicídio foi registrado pela Polícia Militar no Engenho Serra Grande, na área rural da Vitória de Santo Antão. Uiraquitan José da Silva, de 25 anos, foi morto por vários disparos de revólver por volta das 19h. da noite da última sexta-feira (5).

De acordo com a Polícia Civil de Vitória, dois homens em uma motocicleta haviam ido na residência da vítima a sua procura, como ele não estava retornaram e no caminho se depararam com Uiraquitan, o qual conduzia uma motocicleta de cor vermelha de Placa KHK-7512.

Até então autoria e motivação para o crime são desconhecidas. A 17ª Delegacia de Homicídios do município já deu início as investigações.

do Plantão Vitória

 

 

Criado há 92 anos, Clube de Fado Taboquinhas mantém viva a essência do Carnaval de Vitória


Taboquinhas 2016 - A Voz da Vitóriapor Lissandro Nascimento

O Carnaval da Vitória de Santo Antão tem uma relíquia brasileira, o último clube de Fados do Brasil, o Clube Carnavalesco Misto Taboquinhas perdura no carnaval da cidade durante 92 anos, trazendo o majestoso toque de Portugal para as terras pernambucanas. O Clube foi criado no ano de 1924, no bairro do Cajá e hoje integra cerca de 50 voluntários (com orquestra, as cordas e coral). Sua saída na noite desta sexta-feira (04/02) da Rua Professor Jucá (Casa dos Pobres), na Matriz, antecede o Sábado de Zé Pereira, deixando entusiasmado o folião vitoriense que mais uma vez viu a tradição passar com músicas e fantasias, desfilando com Ciranda de Pau e Corda.

Neste Carnaval de 2016, a agremiação prestou homenagem ao Sr. Severino Gomes Pereira, conhecido por Biu do Violão, falecido num acidente ano passado. Ele era músico a 25 anos das Taboquinhas e deixa eternas saudades no “adeus, adeus Taboquinhas”.

Verônica Carneiro de Andrade, presidente do Clube, recebeu os integrantes ainda cedo, alguns deles inclusive, só se veem neste período. O mais curioso no clube é que não acontece ensaio para o carnaval, sempre tocam as mesmas músicas, dezesseis delas foram compostas pelos próprios componentes, entoadas em alto e bom som durante todo o desfile. Ela contou que ninguém da atual diretoria sabe quem escreveu as músicas. “Não havia essa preocupação de assinar, as pessoas se juntavam e criavam as composições. As letras exaltam acontecimentos históricos da cidade”, observou.

pageTaboquinhas 2016

A agremiação não é apenas um dos mais antigos em atividade no município da Zona da Mata pernambucana, o grupo se destaca pela forma espontânea de brincar. O ritmo português se mistura com o frevo, deixando ainda mais bonito o carnaval de Vitória, dando um toque multicultural à folia de Momo vitoriense.

A rabeca dá o tom da música e em harmonia com cavaquinho, violão, banjo, atabaque e pandeiro compõe a orquestra de 13 músicos. Acompanhando estão os demais com cordão de moças e rapazes, levando tabocas e dando pancadas ritmadas no chão – vestidos como antigos camponeses de Portugal. E no coral, observa-se três porta-bandeiras, duas sinhazinhas e um sinhozinho que completam a performance. Algumas de suas músicas revelam figuras centrais da agremiação, Senhora Helena e Sinhá Pequena, além do sinhozinho, resgatam os engenhos de cana-de-açúcar existentes na região.

“Pedimos passagem e harmonia

Nós somos Taboquinhas em folia

Viemos aqui cumprimentar

Ao povo amigo do lugar (bis)

Tabocas que se ergue altaneira

És mortal na história brasileira

Viemos cantar a tua glória

No Carnaval da Vitória (bis)”.

03 postes com lâmpadas queimadas há meses

03 postes com lâmpadas queimadas há meses na Rua da Casa dos Pobres

Durante seu desfile pelo corredor da folia vitoriense, apesar do pequeno público acompanhando, podiam-se notar centenas de pessoas nas calçadas e varandas atentas e envaidecidas pelo desfile, desde crianças a idosos, provando que as raízes culturais resistem às intempéries do novo tempo, onde quase tudo é descartável. Registrou-se acompanhando o desfile sob uma motocicleta, o ex-prefeito de Vitória, José Aglailson, que todos os anos faz questão de se fazer presente ao desfile.

Por fim, este patrimônio cultural penou na saída por conta da escuridão, pois a Rua Professor Jucá estava com três postes de iluminação pública queimados em sequência e não havia nenhum agente de trânsito na área, ambas as ações de responsabilidade da Prefeitura local.

Confira outras imagens…

Melhores momentos do Carnaval no coberturafest.com.br

Melhores momentos do Carnaval no Coberturafest.com.br 

HISTÓRIA

As Taboquinhas foi fundado em 1924, provavelmente derivado do Clube de Fados Canna Verde (Recife). As Taboquinhas ainda brincam no carnaval, dois cordões de moças e rapazes desfilam vestidos com as cores de Portugal, estandarte e flabelo à frente, Senhora Helena e Sinhá Pequena no centro.  Todos vão levando ao ombro uma taboca, de cerca de metro e meio, planta da família do bambu.  Quando cantam,  marcam o ritmo batendo-a no chão,  e a música  tem evidente vinculação com o frevo-de-bloco, inclusive pela presença de instrumentos de pau e corda: violino, rabeca, cavaquinho, violão, atabaque, pandeiro. As coreografias consistem em evoluções no cordão.

No começo, apenas homens desfilavam no Clube de Fado Taboquinhas, que fazia apresentações no Carnaval, São João e Natal, tocando fados. “Como não havia mulheres, parte deles usava roupas de dama”, contou Verônica. O ritmo mudou, tendendo para o frevo, quando o clube passou a circular só no Carnaval. Com a entrada de mulheres no grupo, o nome foi substituído para Clube Carnavalesco Misto. As raízes lusitanas fazem referência ao português Diogo de Braga, fundador da cidade. O nome surgiu em homenagem a Batalha das Tabocas, no dia 3 de agosto de 1645.

Aliás, a música dos Taboquinhas é um tanto curiosa. Eles nasceram em 1924 como Clube de Fado e têm 16 composições próprias. Quatro delas bem populares. Com o passar dos anos, as canções melancólicas portuguesas foram se aproximando do frevo.

 

 

 

Leitores do Blog denunciam mais esgotos estourados inclusive no Centro da Vitória de Santo Antão


Rua Fernando Carneiro da Silva, no Sítio do Meio

COMPESA JÁ RESOLVEU: Rua Fernando Carneiro da Silva, no Sítio do Meio. Fotos enviadas através do WhatsApp (81) 9 9992-9364

Moradores da Rua Fernando Carneiro da Silva, no Sítio do Meio, área urbana da Vitória de Santo Antão, reclamam de três bueiros para esgotamento sanitário estourados, causando mau cheiro e proliferação de insetos em toda extensão, além do escoamento da água podre tomar boa parte da via principal do bairro. “Já pedimos a Compesa e também a Prefeitura há mais de um mês e o problema permanece”, relataram dois leitores do Blog, ambos moradores da localidade, através do WhatsApp (81) 9 9992-9364. Contudo, assim que publicamos este apelo, a Compesa havia acabado de resolver a situação na área.

UBS Mário Bezerra - Vitória

Outro fato relatado e certamente mais caótico é a situação da rua principal do Bairro Prof. Mário Bezerra, em Vitória, que logo no início detém um grande acúmulo de escoamento sanitário bem defronte a Unidade Básica de Saúde (UBS) da localidade. Este esgoto a céu aberto (foto acima) persiste há dois meses e apesar dos apelos, nenhum órgão público chegou para resolver o problema. O asfalto já cedeu e uma buraqueira já foi instalada defronte ao Posto de Saúde.

Av 15 Nov. Vitória

Outro descaso também se registra em pleno centro comercial vitoriense, precisamente na Avenida 15 de Novembro. Esgotamento sanitário totalmente precário escoa a céu aberto na frente de estabelecimentos comerciais. “É um fedor insuportável! Isso é um absurdo em pleno comércio ficar desse jeito”, cobra uma solução a leitora do Blog através de imagens enviadas via WhatsApp. O problema persiste há quase um mês defronte a uma loja de plásticos.

Do outro lado da cidade, precisamente no Loteamento Real Vitória, a ausência de saneamento básico e pavimentação das ruas são presentes em 80% da comunidade. Outra leitora alerta as autoridades que esgotos a céu aberto têm proliferado recentemente o aumento de casos relacionados as doenças impregnadas pelo mosquito da dengue.

Por fim, problemas de esgotamento sanitário também foram denunciados pelos leitores do Blog em outro ponto do Centro de Vitória. Grandes poças acumuladas de dejetos escorrem em parte do piso do galpão no final da Av. Mariana Amália (foto abaixo).

esgotos final da avenida

Este ponto era conhecido por Feira de Mangalhos, hoje é utilizado como ponto de ônibus urbano. Lá funcionam várias lanchonetes e bares e os comerciantes apelam a Compesa por uma solução. “O abandono do galpão da avenida é grave. Sem escoamento, vários casos de dengue foram detectados na localidade com muita gente adoecendo por conta deste descaso. Os barraqueiros reclamam muito, pois os clientes estão se afastando devido ao mau cheiro e a imundície. Já reclamamos também na Prefeitura”, descreveu ao Blog um dos usuários daquele espaço.

RESOLVIDO - A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) aparenta ser pequena em equipe e equipamentos para atender esta grande demanda e este problema desafiador.  Recentemente, resolveram mais um problema de escoamento de fezes a céu aberto existente na Avenida Miguel Arraes, antiga Estrada Nova, defronte a Igreja Assembleia de Deus do Bairro do Maués (conforme a última foto). Leitor que fez o apelo agradeceu ao Blog e ao órgão por ter solucionado este desconforto. Reveja AQUI.

Compesa resolve problema em uma das vias principais do Maués

Compesa resolve problema em uma das vias principais do Maués

 

 

Usuário do CTA Vitória reclama do mau atendimento


size_810_16_9_raiva1O leitor do Blog Edmilson José do Carmo pede providências a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Vitória de Santo Antão quanto ao atendimento que é dispensado pelos servidores que compõem o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). O apelo foi dirigido ao WhatsApp A Voz da Vitória (81) 9 9992-9364, quando o mesmo foi mal tratado e presenciou outros indivíduos sendo mal recebidos por alguns da equipe.

“Venho fazer uma crítica do CTA, pois fui fazer um exame e não quiseram me atender. Perguntei a razão e disseram que a enfermeira não iria fazer a coletagem. Então, fui até a secretária e ela não me atendeu, mas estava lá. Quando voltei, anunciaram que eram 30 fichas, mas faltou uma enfermeira e só iria atender 20 fichas. Foi quando eu disse: mas não chegou nas 20 fichas ainda! Com isso fiquei a espera da minha esposa.

Na ocasião, vi e ouvi uma jovem sendo atendida e perguntei porque eu não seria atendido, diante da pressão acabei sendo atendido. Considerei muito desumano o tratamento que me deram e não deram a mínima atenção. Será por que eu estava com a bata de Mototáxi?! Isto é uma falta de respeito com o cidadão! Outras pessoas neste dia também passaram por constrangimentos. Foi péssimo presenciar.

Peço ao Prefeito Elias Lira e a Secretária de Saúde, Veraluce Lira, que cobre de seus subordinados mais respeito com os usuários do CTA e chame a atenção principalmente desta enfermeira”, relatou.

 

 

Calçamento do CAIC em Vitória: Prefeitura descumpre prazo novamente


12607346_860869797362992_2110108248_nUma moradora que preferiu não se identificar denunciou o descaso, o abandono, o total esquecimento que atualmente o Bairro do CAIC em Água Branca convive em Vitória de Santo Antão. Há algumas semanas este Blog também alertou sobre problema semelhante no Bairro de Santana, pelo qual teve ruas ainda não pavimentadas, apesar da placa da obra sinalizar que o executaria. Reveja AQUI. 

Bairro do CAIC 1“O asfalto foi prometido a muito tempo, até agora uma rua foi asfaltada se é que aquilo é asfalto. Quando chegar a eleição querem nossos votos, se os moradores não têm assistência não têm voto”, diz revoltada a leitora do Blog em apelo enviado ao WhatsApp (81) 9 9992-9364. A placa encontra-se na entrada da comunidade há meses, porém até agora nem 10% da obra foi executada.

Com a palavra o prefeito da “legalidade”: Elias Lira.

 Placa Caic Vitoria

 

Acusado por tráfico, jovem teve prisão preventiva decretada em Pombos


Wagner João de Lima, o Love

Prisão expedida em Pombos. Foto: Divulgação / Plantão Vitória

Acusado por tráfico de entorpecentes, Wagner João de Lima, de 24 anos, mais conhecido por Love, foi preso na tarde da ultima quarta-feira (3), em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Comarca da cidade de Pombos.

A Polícia Militar executou a ordem expedida pelo Juiz de Direito do Município, Igor da Silva Rego. Iniciando a diligência, os Policiais o detiveram no Centro de Pombos quando ele estava pilotando uma motocicleta Honda Biz na companhia do seu pai. Wagner foi levado para Delegacia local e depois encaminhado para o Presídio da Vitória de Santo Antão.

 

 

Em Vitória, confira a folia carnavalesca desta sexta-feira (05)


O tradicional Clube de Fados Taboquinhas é o destaque desta sexta em Vitória. Foto: Dayvson D.D. / A Voz da Vitória

Entre troças e trios elétricos, o tradicional Clube de Fados Taboquinhas é o destaque desta sexta em Vitória. Foto: Dayvson D.D. / A Voz da Vitória

Vitória de Santo Antão, Zona da Mata do Estado, conta com nove atrações entre blocos e troças carnavalescas desfilando nas principais ruas do Município nesta sexta-feira (05). Confira adiante a programação e curta a folia de Momo.

Sexta-feira (05/02):

18hSó Volto Quinta – Praça Pe. Felix Barreto “Livramento”

18hTroça Carnavalesca O Sapo – Bairro Mário Bezerra

19hTroça Carnavalesca Os Depravados – Gamela de Ouro

20hBloco Sou + – Rua Dr. José Rufino – Água Branca

20hClube de Fados Taboquinhas – Rua da Casa dos Pobres – Matriz

20hPorque Hoje é Sexta – Pç. Dom Luiz de Brito “MATRIZ”

20hBaile Municipal – Pç. Dom Luiz de Brito “MATRIZ”

21hBloco Te Kero + Tô Indo – Praça do Livramento

22h Bloco do Fera – Praça Diogo de Braga – “MATRIZ”.

 

 

Em Vitória, seis vereadores não retornam ao trabalho


Bau Nogueira

Descumprindo o que determina a Lei Orgânica do Município da Vitória de Santo Antão, a Câmara de Vereadores ainda não abriu a legislatura 2016. Após as férias de janeiro, o Poder Legislativo vitoriense deve abrir seus trabalhos em sessão ordinária nos primeiros dias de fevereiro, contudo, isso não ocorreu por falta de quórum. Precisamente 06, dos 11 vereadores, não retornaram ao trabalho nesta quinta-feira (04/02).

O Presidente da Casa Diogo de Braga, Bau Nogueira (PSD), cancelou a sessão que iria apreciar o Projeto de Lei que referenda a correção do salário mínimo para os servidores que recebem este valor na administração pública municipal. Apesar de se tratar de uma medida de caráter federal, a Prefeitura de Vitória solicita desnecessariamente a autorização da Câmara Municipal para tal fim.

Câmara Vitória 2016

VAZIO: Ressaca pré-carnaval e ou férias esticadas? Fotos: Flávio Fox / A Voz da Vitória

Compareceram ao trabalho apenas os vereadores Toninho (PROS), Professor Edmo Neves (PMN), Dr. Saulo e Geraldo Filho (ambos do Solidariedade). Sem quórum suficiente para abrir a legislatura, mesmo que houvesse número suficiente, não seria apreciado nenhum projeto em razão de que os membros que compõem a Comissão de Justiça e Redação não estavam presentes e nem sequer se reuniram antecipadamente para emitir um parecer técnico sobre a majoração salarial dos servidores. O que não impede, mesmo assim, que o Executivo faça o pagamento dos salários corrigidos. O Legislativo vitoriense só deve reabrir no pós carnaval, dia 11 de fevereiro.

Por fim, as últimas sessões ordinárias de 2015 tiveram a participação de toda a bancada que apoia a atual gestão. Tanto zelo para encerrar o ano legislativo não poderia ser outro: aprovar cerca de 70 (setenta) projetos de Lei para doação de terrenos públicos.

 

 

Fique atento com as alterações no trânsito durante o Carnaval da Vitória de Santo Antão


Trânsito interditado nas principais ruas no Carnaval de Vitória de Santo Antão A Voz da Vitória Pedro SilvaO Carnaval 2016 começa com toda força nesta sexta-feira em Vitória de Santo Antão

Nesta sexta-feira (05) acontece dois desfiles que vão forçar mudanças de rotas diante do corredor da folia vitoriense, mas a medida é necessária para possibilitar que os trios elétricos percorram as vias centrais da Vitória de Santo Antão. O trabalho de interdição ocorre a partir das 19h. desta sexta e segue até às 02h. da madrugada do sábado. Em seguida ficará livre para o comércio até o meio-dia do sábado de Zé Pereira, logo após, a interdição retorna e permanece até a terça feira de Carnaval.

Com as principais ruas fechadas para o tráfego, o Centro de Vitória contará com cerca de 15 ruas interditadas, ficando terminantemente proibida a passagem de qualquer veículo sem autorização. O acesso livre para carros e motos fica tão somente para os moradores das áreas que serão interditadas, porém os veículos dos residentes devem permanecer estacionados dentro da garagem do proprietário, nunca na rua.  Caso alguém descumpra a determinação, um veículo reboque deverá executar a remoção para assegurar que o trânsito fique livre para o folião e os desfiles de clubes, troças e blocos carnavalescos. Os agentes da Agência Municipal de Trânsito – AGTRAN, são os responsáveis pela fiscalização dentro de todo percurso.

POLO - Batizado de Carnaval Jean Pierre, o cantor vitoriense Pierre Pressão, falecido em dezembro de 2015 é o homenageado deste ano. A Prefeitura da Vitória de Santo Antão divulgou unicamente o polo carnavalesco que terá espaço livre para animação na Praça Dom Luiz de Brito, Bairro da Matriz. Entre as atrações, apenas artistas da terra.

 

 

Pituzão anima o trio Asas da América no Galo da Madrugada‏


Latas - PitúCom dez metros de comprimento e carregado por oito homens, o crustáceo Pituzão, todo envolvido em tecido de pelúcia, irá desfilar em mais uma edição do autêntico e maior bloco de Carnaval em linha reta da América Latina: o Galo da Madrugada. No alvorecer deste Sábado de Zé Pereira (06/02), quando se poderá sentir na pele e ouvir o sopro das primeiras notas de frevo entoadas pelas saudosas orquestras de metais, o tradicional trio elétrico Asas da América, patrocinado todo ano pela Engarrafamentos Pitú, já estará nas ruas do Centro do Recife convidando os foliões a cair no passo. Além do aguardado boneco Pituzão, que sempre é bastante sediado para cliques e “resenhas” carnavalescas no percurso do trio, também estarão presentes as latas e garrafas gigantes da Pitú, carregadas por três pessoas, sendo elas a Pitú tradicional, a Pitú Cola e a Pitú Limão.

Trio Asas da AméricaIncentivando e contribuindo para a realização dos tradicionais e novos blocos, polos e festas de Carnaval, sempre apostando na inovação, na criatividade e na alegria que o período momesco proporciona ao público, a Engarrafamentos Pitú patrocina e apoia a folia.

Dentre os grupos em que participa, estão: Virgens do Bairro Novo, Galo da Madrugada, Papangus de Bezerros, Segura o Avião, Bacalhau do Batata, Ceroula, Pitombeira, A Zebra, Homem da Meia-Noite e Menino da Tarde, além dos blocos do município de Vitória de Santo Antão, como A Girafa, Etesão e Marias e Lampiões.

com informações da Assessoria

 

 

FPF parabeniza o Vera Cruz pelos seus 56 anos


O Vera Cruz Futebol Clube, comemorou na quarta-feira (3), mais um ano de história no futebol pernambucano

 

vera_cruz_nFundado no dia 3 de fevereiro de 1960, o clube inicialmente disputava apenas ligas amadoras, quando em 2002, após sagrar-se campeão da Copa Intermunicipal de Clubes Campeões, tornou-se uma instituição profissional e disputou a Segunda Divisão do Campeonato Pernambucano de Futebol.

Quatro anos depois de se profissionalizar, em 2006, o clube da cidade de Vitória de Santo Antão foi campeão da Segunda Divisão do Estadual, estreando no ano seguinte na elite do futebol pernambucano, onde conseguiu o feito de terminar a competição na quinta colocação.

Mesmo com um orçamento abaixo dos principais clubes do Estado, o Vera Cruz possui o seu próprio Centro de Treinamento. O Complexo Antônio Luiz de Carvalho possui dois campos, sala de musculação e piscina.

Na oportunidade, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) desejou muito sucesso ao clube em todas as competições em que disputar ao longo dos anos.

 

 

 

PE 2016: Pela terceira vez na competição, Serra Talhada e Vitória ficam no 1×1


serra X VitoriaPanorama Esportivo

Jogando na noite dessa quarta-feira (03), o Vitória foi ao sertão de Pernambuco, onde somou mais um ponto na luta contra o rebaixamento. Pela terceira vez neste estadual, Serra Talhada x Vitória empataram em 1×1.

O Vitória até abriu o marcador aos vinte e sete minutos do primeiro tempo, através de Marcelo Passos Júnior, logo aos trinta e um minutos o Serra chegou ao gol de empate, Paulista cobrou o pênalti, Rodrigo Carvalho chegou a tocar na bola, mas ela morreu nas redes, 1×1.

Com o resultado, o Vitória chegou aos quatro pontos e ocupa a primeira colocação na classificação contra o rebaixamento. Já o Serra Talhada chegou aos dois pontos e está na quarta posição.

Devido ao carnaval, o campeonato voltará a ser disputado na próxima quarta-feira (10), quando o Vitória voltará a jogar fora de casa, desta vez o adversário será o Belo Jardim, no estádio Sesc Mendonção, às 20h. O Serra Talhada vai até a cidade de Pesqueira, onde enfrentará a equipe da casa no mesmo dia e horário.

 

 

Paulo Câmara: “Vamos ter um Carnaval seguro, com muita Polícia na rua”


Paulo e 1ª damaO governador de Pernambuco destacou, nesta quarta-feira, que a possibilidade de greve da Polícia Civil não afetará o planejamento do Estado

O governador Paulo Câmara (PSB) afirmou, nessa quarta-feira (03.02), que o Governo de Pernambuco vai garantir um Carnaval de paz e de muita tranquilidade para toda a população, como tradicionalmente acontece. O chefe do Executivo frisou que a possibilidade da ocorrência de uma greve dos Policiais Civis no período momesco, como defende um grupo do sindicato da categoria, atende a interesses políticos, que promovem em “um desserviço à população”.

“A gente vai cumprir a nossa obrigação. Vai ter muita Polícia na rua, Polícia Militar e as delegacias estarão abertas. Vamos oferecer as condições adequadas para o folião brincar, da forma que tem que brincar”, afirmou, destacando a situação da Polícia Civil: “Entrar em greve em pleno sábado de Carnaval é um desserviço ao cidadão. Não vai resolver o problema da segurança pública. E não vai ter nenhum benefício para a categoria. Vai apenas prejudicar uma população que quer ter, em quatro dias de Carnaval, a condição de brincar com paz”.

O governador ainda refutou o argumento utilizado por alguns integrantes do sindicato para justificar a possível paralisação, de que haveria um descumprimento de um acordo feito, no ano passado, na mesa de negociação entre o Estado e os profissionais. “Nós comunicamos, desde o início da semana, que o Projeto de Lei (PL) que altera o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da categoria vai ser enviado à Assembleia Legislativa após o Carnaval. Nós conversamos com eles e mostramos isso. Não há quebra de compromisso. Isso é uma ação que nós entendemos como política”, apontou Paulo.

“Eu tenho esperança que as Policiais Civis não entrem nesse jogo político. O nosso compromisso com os servidores está mantido. Agora, se insistirem na greve, isso tem que ser revertido, porque deixamos muito claro que o compromisso vai ser cumprido. E não há necessidade de se fazer algum tipo de movimento que vai, sem dúvida nenhuma, prejudicar a população. Nós não vamos deixar que prejudique”, assegurou o governador.

com informações da Assessoria

 

 

UFPE vai convocar candidatos para preencher 2.416 vagas não ocupadas no Sisu 2016


fotsisu03.02.16Um total de 2.416 vagas não foram ocupadas pelos candidatos aprovados na 1ª Chamada Sisu 2016 da UFPE. A Universidade ofereceu 6.972 vagas nos três campi. O quadro de vagas não ocupadas, com a distribuição por curso/turno e por tipo de vaga (ampla concorrência e cotas L1, L2, L3 e L4), está disponível no site da Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicos. No Campus Recife, estão disponíveis 1.730 vagas. No Centro Acadêmico da Vitória de Santo Antão (CAV), há 213 vagas não ocupadas. No Centro Acadêmico do Agreste (CAA), estão disponíveis 473 vagas.

Para ocupar estas vagas, a Universidade vai fazer, no dia 12 deste mês, uma convocação de candidatos para entregar documentação, a partir da lista de espera do Sisu, divulgada ontem. A quantidade de convocados vai variar de acordo com o curso e as vagas em aberto, sendo de três a 15 vezes o número de vagas disponíveis. No mesmo dia, também será publicado, no site da Proacad, o edital com informações sobre a entrega de documentos, que ocorrerá nos dias 15 e 16, no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), das 8h às 12h e das 14h às 17h, no Campus Recife. Nos campi do interior, a entrega será na Escolaridade de cada centro acadêmico.

VAGAS – No Campus Recife, 168 vagas estão disponíveis para o conjunto das Engenharias, 64 para Biomedicina, 57 para Educação Física/Licenciatura, 54 para Educação Física/Bacharelado, 47 para Odontologia/integral, 46 para Ciências Biológicas/noturno, 42 para Farmácia, 39 para Administração/manhã, 37 para Enfermagem, 37 para Ciências Biológicas/Ciências Ambientais, 36 para Secretariado, 33 para Administração/noturno, 31 para Medicina e 30 para Direito/noturno, entre outros cursos.

Em Caruaru, as vagas não ocupadas estão distribuídas da seguinte forma: Ciências Econômicas (59), Administração/matutino (45), Pedagogia (45), Design/integral (44), Engenharia Civil (40), Design/noturno (38), Administração/noturno (36), Engenharia de Produção (36), Química (34), Matemática (31), Física (30), Comunicação Social (20) e Medicina (15).

Em Vitória, há 49 vagas no curso de Educação Física/Licenciatura, 38 vagas no curso de Educação Física/Bacharelado, 33 em Saúde Coletiva, 33 em Enfermagem, 31 em Ciências Biológicas e 29 em Nutrição.

 

 

Página 1 de 45112345...102030...Última »