• Ceclin
fev 08, 2019 0 Comentário


Baile Municipal de Limoeiro confirma André Rio, Luará e Orquestra Lapada

Baile Municipal de Limoeiro confirma André Rio

Blog do Agreste

A Prefeitura de Limoeiro anunciou na manhã desta sexta (08/02) as atrações que vão animar o Baile Municipal 2019. Retomado na gestão do então prefeito Ricardo Teobaldo, o evento mantém uma sequência no calendário carnavalesco da cidade. A festa tradicionalmente acontece na semana pré-carnavalesca e, este ano, será no dia 23, a partir das 22h, na sede do Colombo Sport Club, na Praça da Bandeira, no Centro.

De acordo com mensagem encaminhada pelo prefeito João Luís (PSB), a animação ficará por conta da Orquestra Lapada, André Rio e Banda Luará, além da participação da Seresta Adalberto Moreira. As mesas internas custam R$ 250, as mesas externas R$ 200, enquanto o valor do ingresso individual é de R$ 50. Os interessados devem procurar a secretaria do clube ou a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, na Avenida Santo Antônio, no Centro.

“Não haverá despesa da prefeitura no evento. O lucro do baile será revertido a uma instituição que preste serviços sociais, a ser definida pela comissão”, comentou o prefeito. Os nomes dos integrantes dessa comissão não foram anunciados. O gestor municipal também informou que o homenageado do Carnaval de Limoeiro 2019 será anunciado no baile.

São João de 2017

O TCE-PE segue com o trabalho de auditoria de acompanhamento das despesas efetuadas com o São João 2017, realizado pela Prefeitura de Limoeiro. De acordo com o portal do TCE, a denúncia foi formalizada no dia 29 de junho de 2017, gerando o processo 1852280-4 – classificado como auditoria especial, tendo como relatora a conselheira Teresa Duere. Na denúncia “são apontadas diversas irregularidades no São João realizado pela prefeitura de Limoeiro no exercício financeiro de 2017”. Segundo o Tribunal, os interessados no processo de auditoria são: Geraldo Eufrazio Muniz Júnior, Manoel Paulino dos Santos, Eduardo Rodrigues Duarte, Maria Ivone de Albuquerque Silva e João Luís Ferreira Filho. Até o momento não há deliberações para este processo