• FAMAM
  • Ceclin
fev 05, 2019 0 Comentário


Após 18 anos, João Paulo volta à Alepe e diz estar pronto

João afirmou que pretende contribuir com o governo Paulo Câmara. Foto: Gustavo Bezerra

João afirmou que pretende contribuir com o governo Paulo Câmara. Foto: Gustavo Bezerra

“Espero continuar a contribuir para ajudar ao Governo do Estado para que possa ter políticas de desenvolvimento”, explicou o ex-prefeito do Recife

LeiaJá

Depois de ser derrotado quando tentou ser novamente do prefeito de Recife, na eleição de 2016, o ex-prefeito João Paulo (PCdoB) se afastou um pouco da vida pública. No início do ano passado, ele chegou afirmar que o afastamento do PT, seu antigo partido, não tinha motivo eleitoral e que estava focado “em projetos pessoais”. Depois desse período, o comunista volta à cena: após 18 anos longe da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), ele conquistou a vaga de deputado estadual.

“Há 18 anos que deixei o mandato de deputado para me tornar prefeito da cidade do Recife com muita honra, então de lá para cá eu aprendi muito também: fui prefeito por 8 anos, deputado federal, superintendente da Sudene, terminei uma graduação de economia, pós e estou terminando um mestrado. Eu espero colocar essa experiência no sentido de melhor a minha atuação parlamentar em prol do povo de Pernambuco”, contou em entrevista ao LeiaJá. 

João Paulo falou que espera realizar um trabalho no qual atenda os anseios do povo pernambucano e do povo brasileiro. “É um ano que se ameaça ainda mais a conquista pela primeira etapa da reforma trabalhista e aqui quero estar com essa pauta atualizada e também atuar na Comissão de Constituição e Justiça; Desenvolvimento Econômico, e Direitos Humanos, entre outras”, antecipou.

O parlamentar ressaltou que o ano será bastante agitado. “Por um lado, uma crise econômica profunda, um desemprego profundo, e ameaças contra os direitos já tão poucos dos trabalhadores brasileiros. Então, é um ano que ameaça aos trabalhadores a sua aposentadoria com as reformas”.

Anteriormente, logo após o resultado do pleito, João afirmou que pretende contribuir com o governo Paulo Câmara. “Espero continuar a contribuir para ajudar ao Governo do Estado para que possa ter políticas de desenvolvimento na Região Metropolitana, na Zona da Mata, no Sertão, no Agreste e com a perspectiva de que lá nós vamos ter a condição de fazer um trabalho ao nível do trabalho que eu fiz ao longo dos meus 10 anos como deputado estadual”, chegou a dizer.